brbid

Veículo de Leilão: Passos para a Regularização já!

Regularização da Documentação quando o assunto é veículo de leilão! Sim, sabemos que vocês têm muitas dúvidas sobre os processos e também ouvem muitos boatos por aí.

Também não é novidade que já tratamos desse assunto algumas vezes aqui no blog. 😉 Mas, sabemos que por mais que existam milhões de posts nossos, as dúvidas de vocês continuarão a existir, por isso, vamos continuar dando dicas por aqui. Afinal, nós queremos que a regularização do veículo de leilão não seja um tabu, cheio de calúnias, boatos e inverdades.

Por isso, procuramos ser transparentes aqui na BRbid Leilões, porque, se, ao final, você descobrir que leilão não é um negócio pra você, nós estamos ok com isso e preferimos que você encontre o seu melhor negócio em outro lugar. Nossa principal dica é sempre: pesquise antes de arrematar. Saiba o que você está fazendo e sobre o que irá passar.

Acreditamos fielmente que o veículo de leilão é um excelente negócio, mas como todo negócio, você precisa conhecê-lo antes. Não aja pela emoção e sim pela realidade dos benefícios que o leilão irá trazer até você! 😀

E, com certeza, o preço baixo é o maior benefício de todos! Afinal, quem não gosta de comprar barato???

Aliás, já falamos por aqui que você pode trabalhar com revenda comprando em leilão. Já pensou em fazer dinheiro? E encarar o mercado de leilão com um investimento? 😉 #pensenisso

Agora, vamos as dicas para a regularização do veículo de leilão:

Primeiro é importante saber o que está na descrição do lote. Se for veículo, veículo conservado, veículo recuperável, ele poderá ser regularizado normalmente no DETRAN. Não são passíveis de regularização as sucatas ou os veículos irrecuperáveis. Fique sempre de olho nisso! 😉

A melhor maneira de obter as informações detalhadas sobre o processo de regularização é entrando em contato com o DETRAN e entendendo qual a situação do seu lote.

Veículo de Leilao

Dica Quente sobre o veículo de leilão

A melhor maneira de saber TUDO sobre o exato leilão que você escolheu participar é LENDO O TERMO específico dele. Parece clichê, mas não é. Tudo o que você precisa saber, para depois dizer que ninguém te avisou, está lá. Em detalhes.

Ao clicar na palavra “Termo” ao lado de “Informações”, o usuário visualizará as regras do leilão (pagamentos, processo de regularização, responsabilidades do arrematante, retirada do lote e muitas outras informações).

Vale saber que…

O arrematante consegue verificar na base de dados do DETRAN se o lote arrematado já está apto para realizar a vistoria. Ao consultar a placa, se aparecer “EXISTE COMUNICAÇÃO DE VENDA, LEILÃO VEÍCULO”, o arrematante poderá interagir com o DETRAN para agendar a vistoria.

Se houver alguma pendência ao consultar a placa (ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA, ARRENDAMENTO, entre outros) ou RENAVAM (multas), o arrematante deverá aguardar a desvinculação junto ao DETRAN ou Polícia Rodoviária Federal, havendo multa RENAINF, que não seja por conta do comprador.

Caso o DETRAN informe impedimento da regularização do bem por parte do comitente (envio do ofício, documento faltante/ divergente ou outro motivo), o arrematante deverá interagir com o responsável pelo leilão, informando o tipo da pendência citada pelo órgão para darem um posicionamento.

Mas é importante estar ciente que quem regulariza o veículo de leilão é o DETRAN, o órgão responsável pela documentação de veículos.

Geralmente, quando o lote é de 1º emplacamento ou placa de outro estado, o comitente informará o número do processo ao arrematante, após a abertura administrativa junto ao DETRAN, para acompanhamento da regularização junto ao órgão.

Os trâmites administrativos para a regularização de veículos cadastrados em outros estados federativos (placa de outro estado) dependerão da comunicação entre os DETRAN’s, sendo necessário interagir com esses órgãos para esclarecimentos sobre o prazo da conclusão destes procedimentos. Por isso, geralmente, o veículo de leilão de outro estado demora mais para regularizar. O DETRAN não informa um prazo para nenhuma regularização, mas os veículos de outros estados levam mais tempo que o habitual. Essa é uma informação que você deverá se atentar. 😉

Nossos clientes relatam um período de aproximadamente 60 dias para a documentação ficar em dia. Mas vale lembrar que é uma média, não um prazo definitivo.

 

Para bens patrimoniais (transferência de propriedade, CRV…), é necessário verificar o processo no Termo do leilão, dentro da página do leilão escolhido por você.

Além da orientação contida no Termo do Leilão, fizemos um post sobre o processo de transferência de propriedade, se você tem dúvidas de como funciona o processo, vale muito a leitura.

Também já fizemos um vídeo sobre os passos para regularizar seu veículo de leilão, se esse post ainda não esclareceu todas as perguntas que você tem em mente, gaste um tempinho vendo o vídeo, ele vai te ajudar. 😀

Caso ainda queira fazer novas perguntas, deixe o seu comentário, mas, principalmente, compartilhe esse post e ajude quem ainda tem dúvidas sobre o veículo de leilão.

Até a próxima, amigos!

Por: brbid