brbid

Tire sua dúvida sobre a documentação dos veículos de leilão

Sempre que o assunto é a documentação dos veículos de leilão chove dúvidas por aqui. Então, viemos te contar alguns passos importantes para você documentar o seu carro ou moto de leilão.

A primeira pergunta de sempre é: “É fácil regularizar o veículo de leilão?”.

Vamos as regras…

Veículos comprados em leilão geralmente obedecem um prazo de 30 dias para liberação do documento após o pagamento do lance vencedor (mais taxas).

Esse prazo serve para os responsáveis pela documentação (empresas vendedoras ou leiloeiros) realizarem os tramites junto ao DETRAN, que é o responsável por, de fato, regularizar o bem. Sim, somente o DETRAN regulariza, após, obviamente, a declaração de venda e a baixa dos débitos anteriores ao leilão, que é pedida pela empresa vendedora ou leiloeiro.

documentação de veículos

Sobre a documentação dos veículos de leilão:

Num processo usual, ao arrematar um veículo em leilão, o comprador recebe uma nota de venda do leiloeiro que deverá aguardar os 30 dias até que receba o documento (CRV –  Certificado de Registro do Veículo – ou “recibo”) para a transferência do mesmo.

Já o CRLV (Certificado de Registro de Licenciamento), também conhecido popularmente como o “documento para rodar”, é entregue antes mesmo do prazo de 30 dias. Geralmente é fornecido junto com a nota de compra ou mesmo em até sete dias após a compra.

Vale lembrar que estamos fazendo uma estimativa, nada disso é um prazo. Somente estamos explicando como funciona o processo da documentação dos veículos de leilão.

O mais importante é que você arrematante acompanhe o seu processo de perto, sabendo e verificando todos os passos que estão sendo dados, para cobrar pelos documentos obrigatórios e poder correr atrás mesmo de regularizar o quanto antes do seu bem.

Dica: O próprio DETRAN não estabelece um prazo de regularização.

Caso você demore mais do que 30 dias para realizar a transferência (assinar o recibo), o DETRAN cobrará  uma “Taxa de Averbação” e você só conseguirá retirar o documento e transferí-lo após o pagamento dessa taxa.

Sobre as sucatas:

Sucatas não poderão ter documentação. Elas são vendidas em leilão sem documentos, com o número de chassi retirados e sem placas. A única utilidade é reposição de peças não danificadas e ferro velho.

Sempre irá conter no detalhamento do lote se ele é veículo ou sucata. Sucatas não poderão ser regularizadas.

Pronto, após tudo feito e organizado, os arrematantes poderão fazer normalmente a documentação dos veículos de leilão.

Esse artigo foi útil para você? Então, compartilha pros amigos! Toda informação é sempre muito bem-vinda! 😀

Por: brbid

15 thoughts on “Tire sua dúvida sobre a documentação dos veículos de leilão

  1. Boa noite, fiz uma pergunta aqui e não ficou salvo no site. Consigo fazer a transferência de propriedade quando no documento do veiculo está alienado ou arrendamento ?

  2. Boa noite! Comprei um veículo no ano passado num leilão na brbid ,todo os débitos foram retirados do veículo e legalizei o mesmo, porém hoje,quase um ano depois,fui consultar o IPVA desse ano e la tbm está constando o IPVA referente ao ano de 2015. Como eu eu faço pra retirar esse débito? O leilão foi do Detro e a empresa é a rodando Legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *