Carros clássicos: Investimento e diversão

Estamos sempre na busca de conseguir unir em uma única atividade as palavras investimento e diversão.

O pior é que muitas das vezes essas oportunidades estão bem na nossa frente e acabam passando batido diante a tanta correria e trabalho.

O que precisamos é estar com nosso radar ligado para entender que é possível, sim, unir essas duas necessidades (diversão também é preciso, não é mesmo?) com algo que amamos.

Por isso, decidimos fazer um post super especial sobre veículos clássicos. Afinal, eles cabem exatamente nessa união da qual estamos falando. Eles trazem para a realidade a possibilidade de investimento e diversão.

Essas lendas, além de serem lindas, só ficam cada vez mais valorizadas ao longo do tempo. Ao contrário dos veículos tradicionais, que já se desvalorizam ao sairem das concessionárias, os carros antigos são uma excelente forma de investir capital.

Por todo Brasil acontecem mensalmente encontros de amantes do antigomobilismo. O ambiente familiar e receptivo deixa qualquer um encantado pelas peças raras ali expostas. E também pelas histórias incríveis daqueles que viveram ótimos momentos com seus clássicos.

Aposto que você vai terminar de ler este post e começar a sonhar com uma lenda na sua garagem.

O valor investido começa a render mais cedo que você imagina. Duvida?

De acordo com o portal Notícias Automotivas, um Dodge Charge R/T era vendido em 2004 por cerca de R$20 mil reais e hoje não sai por menos de R$70 mil.

Outro exemplo, um Maverick GT 1975, que valia também menos de R$20 mil, hoje passa fácil da casa dos R$100 mil.

Começando minha coleção

Ficou animado? Um bom começo para iniciar a sua coleção é ir à procura por carros com menos de 30 anos que ainda não são clássicos, mas que você sabe que logo logo serão. Assim, os valores estarão bem abaixo do mercado.

Você já pode começar procurando por um Escort, Omega, Santana, Monza, BMWs ou Mercedes dos anos 80 e 90.

Agora, anota aí uma dica boa: aproveite o período até ele se tornar um clássico para realizar alguns reparos e cuidar da documentação. Falando nela, a placa preta permitida para carros com mais de 30 anos também ajudará a valorizar seu patrimônio.

Cuide bem do seu clássico

Pro seu negócio ser realmente bom e vantajoso é preciso de cuidado. Mantê-los funcionando, conservados e com as peças originais tem um custo e exige extrema atenção. Em algumas cidades, você até encontrará oficinas especializadas para cuidar das lendas do asfalto.

Vale sempre lembrar que seu carro antigo é um investimento e para sempre tê-lo em ascensão de valorização é necessário que ele esteja super conservado.

Nos últimos anos, automóveis clássicos valorizaram mais do que um investimento tradicional como CDB, tesouro direto e também a poupança.

Confira os carros antigos que mais valorizaram

Kombi Corujinha, anos 1968 a 1975 – Valorização acima da Selic *: 135%

Dodge Charger, anos 1973 a 1975 – Valorização acima da Selic: 125,9%

Camaro Coup, anos 1967 a 1969 – Valorização acima da Selic: 116%

Maverick GT V8, anos 1973 a 1976 – Valorização acima da Selic: 75,5%

Opala Diplomata 6cc, anos 1981 a 1986 – Valorização acima da Selic: 53%

Camaro Type LT, anos 1974 a 1976 – Valorização acima da Selic: 45,9%

Ford Landau, anos 1977 a 1983 – Valorização acima da Selic: 39,8%

* a taxa Selic é a taxa média ajustada dos financiamentos diários apurados no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia para títulos federais.

E o melhor vem agora, você pode comprar essas raridades através de leilões e pagar valores diferenciados do mercado. Se você quer liberar agora mesmo o seu acesso na brbid.com, então corra! Assim, você será notificado da abertura dos leilões.

Você também vai gostar bastante de ler:

Carros antigos, por que você deveria ter um na garagem?!

10 carros mais legais para comprar em leilão