Opa, vai dizer que você nunca se questionou sobre os juros da multa de trânsito? Com receio de pagá-las em atraso com medo dos juros? Mas será que isso é um boato? Será que realmente existem juros aplicados a elas? Vem descobrir tudo!

A primeira dica interessante sobre essa questão é que de fato não existia juros para multas de trânsito, mas algumas regras mudaram recentemente e aí…. Essa Lei alterou trechos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), incluindo o que diz respeito a multas atrasadas.

Preste atenção em como ficou o artigo 284 do CTB depois da mudança:

“Art. 284. O pagamento da multa poderá ser efetuado até a data do vencimento expressa na notificação, por oitenta por cento do seu valor.

§ 1º Caso o infrator opte pelo sistema de notificação eletrônica, se disponível, conforme regulamentação do Contran, e opte por não apresentar defesa prévia nem recurso, reconhecendo o cometimento da infração, poderá efetuar o pagamento da multa por 60% (sessenta por cento) do seu valor, em qualquer fase do processo, até o vencimento da multa.

§ 2º O recolhimento do valor da multa não implica renúncia ao questionamento administrativo, que pode ser realizado a qualquer momento, respeitado o disposto no § 1º.

§ 3º Não incidirá cobrança moratória e não poderá ser aplicada qualquer restrição, inclusive para fins de licenciamento e transferência, enquanto não for encerrada a instância administrativa de julgamento de infrações e penalidades.

§ 4º Encerrada a instância administrativa de julgamento de infrações e penalidades, a multa não paga até o vencimento será acrescida de juros de mora equivalentes à taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais acumulada mensalmente, calculados a partir do mês subsequente ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% (um por cento) relativamente ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado.”

Sendo assim, de acordo com o artigo 284, o não pagamento da infração até a data de vencimento, o valor devido será acrescido de juros, ou seja, existe sim juros da multa de trânsito.

No fim das contas, se você decide não pagar as multas de trânsito dentro do prazo, pode ter uma surpresa bem desagradável depois. Até mesmo porque você vai precisar renovar a documentação do veículo e com multas atrasadas isso não será possível.

Sem contar que se você acumula multas de trânsito por aí, vai acabar desembolsando uma grana a mais com tantos juros, mesmo que eles pareçam poucos, à primeira vista.

Vale lembrar que quanto mais tempo demorar a quitar o débito, mais cara a multa se torna. 😉 #ficadica

Agora, também damos boas dicas para vocês! 😀 Que tal inverter esse jogo e não pagar os juros da multa de trânsito?
Simm, além de não pagar nenhum juros, ainda terá um desconto no valor da própria multa. Sim, isso é possível e é o melhor conselho para você hoje!
Como trocar os juros da multa de trânsito pelos descontos?

Muito fácil, basta você quitar os débitos antes da data do pagamento. Dessa maneira, conquistará descontos relevantes que podem chegar a 60% do seu real valor. Você pode observar no 1º parágrafo do artigo 284 do CTB.

Chegamos a conclusão que:

O ideal mesmo é você não tomar nenhuma multa de trânsito, né?

Além de perder pontos na carteira e correr o risco de uma suspensão, o dinheiro desembolsado é perdido.

É uma verba que você poderia investir, guardar, comprar algo… Enfim… Muitas possibilidades que nós da BRbid garantimos que seria melhor do que gastar pagando infrações de trânsito. Fora que dirigir com responsabilidade é nosso dever. Não estamos sozinhos na rua. Essa é a melhor #dica que você vai ler hoje! 😀

E aí, gostou desse artigo? Compartilha com seus amigos! Vamos ajudar a tirar a dúvida das pessoas ao nosso redor! A nossa dúvida também pode ser a delas!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *